Bolsonaro quase zera verba de programas alimentares para 2023

Os cortes variam de 95% a 97% da verba e atingirão principalmente pequenos agricultores e comunidades tradicionais, como quilombolas

www.brasil247.com -
(Foto: Leonardo de França/Brasil de Fato)


247 - No Orçamento apresentado pelo governo Jair Bolsonaro (PL) para 2023, foram praticamente zerados os recursos para programas de assistência alimentar, segundo o UOL. "Ações importantes tiveram cortes que variam de 95% a 97% na verba prevista para o próximo ano, como o Alimenta Brasil. O aumento de verbas para esses programas passa a depender do interesse de repasse de parlamentares por meio de emendas ou de negociação antes da votação do Orçamento, que normalmente ocorre em dezembro", diz a reportagem.

Os atingidos pelos cortes serão principalmente pequenos agricultores e comunidades tradicionais, como quilombolas. 

O Brasil tem atualmente mais de 30 milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar, mas Bolsonaro nega.

Apesar de sucatear o programa, Bolsonaro diz em seu programa eleitoral que, se reeleito, o Alimenta Brasil será uma das prioridades de seu governo.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email