Carol Proner: não haverá qualquer unidade com manifestos que pactuem com o lavajatismo

Jurista fez comentário na TVT sobre os manifestos que pregam unidade contra o fascismo no Brasil, mas não apontam a causa maior da crise atual do País

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A professora e jurista Carol Proner fez um comentário na TVT sobre a onda de manifestos contra Jair Bolsonaro e contra o fascismo. No entanto, ela fez um alerta. Segundo ela, jamais haverá unidade se os manifestos não reconhecerem o golpe de 2016, a prisão política do ex-presidente Lula e se pactuarem com o lavatismo. "Não será possível reconstruir a democracia sem discutir as consequências do lavatismo", diz ela. "É preciso saber quem propõe, quem financia e quem está incluído ou excluído nesses manifestos", afirma. Confira abaixo seu comentário:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email