Defesa diz que gasto de R$ 15 mi com leite condensado é para dar energia aos militares

Após a revelação que o governo Jair Bolsonaro gastou R$ 1,8 bilhão em compras, que incluem gastos de R$ 15,6 milhões com leite condensado, o Ministério da Defesa afirmou, em nota, que o produto "é um dos itens que compõem a alimentação (dos militares) por seu potencial energético"

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após a revelação que o governo Jair Bolsonaro gastou R$ 1,8 bilhão em compras, que incluem gastos de R$ 15,6 milhões com leite condensado e R$ 2,2 milhões com chicletes, o Ministério da Defesa justificou que boa parte dos itens comprados pela pasta visa atender as necessidades de alimentação de 370 mil integrantes das Forças Armadas em 1,6 mil instalações militares de todo o país. 

Em nota, a pasta comandada pelo general Fernando Azevedo e Silva, diz que o contingente militar é "predominantemente jovem, o que pode aumentar as quantidades consumidas". De acordo com reportagem do UOL, o texto ressalta que “o leite condensado é um dos itens que compõem a alimentação por seu potencial energético. Eventualmente, pode ser usado em substituição ao leite. Ressalta-se que a conservação do produto é superior à do leite fresco, que demanda armazenamento e transporte protegido de altas temperaturas”. 

continua após o anúncio

A nota do Ministério da Defesa também busca justificar o gasto com a compra de chicletes afirmando que a goma de mascar “ajuda na higiene bucal das tropas, quando na impossibilidade de escovação apropriada, como também é utilizado para aliviar as variações de pressão durante a atividade aérea".

"As Forças Armadas têm a responsabilidade de promover a saúde da tropa por meio de uma alimentação nutricionalmente balanceada, em quantidade e qualidade adequadas, composta por diferentes itens", diz outro trecho da nota. 

continua após o anúncio

Ainda conforme a pasta, os valores gastos são compatíveis com as missões e tarefas desempenhadas pelos militares e que o valor diário por militar, da ordem de R$ 9, 00 não é reajustado desde 2017.

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247