Governo Bolsonaro é ruim/péssimo para 49% e 58% desaprovam sua forma de governar

Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta terça-feira não é nada favorável para Bolsonaro: atuação na pandemia é péssima na visão de 58% da população e 63% avaliam que a economia brasileira está no caminho errado

www.brasil247.com -
(Foto: J Gonçalves)


247 - Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta terça-feira (11) mostra a corrosão do governo Jair Bolsonaro. Para 49% da população brasileira, o governo federal é "ruim e péssimo" e 58% desaprovam a maneira de Bolsonaro governar o país. Somente 29% julgam o governo como "ótimo e bom" e 35% aprovam a administração do país pelo atual ocupante do Palácio do Planalto.

A atuação de Bolsonaro no combate à pandemia de Covid-19, na visão de 58% da população, é "ruim e péssima", e somente 22% avaliam como "ótima e boa".

O levantamento ainda mostra que 63% avaliam que a economia brasileira está no caminho errado, contra 26% que acham que está no caminho certo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para 2022, 81% esperam que o cenário político atual mude totalmente ou pelo menos um pouco.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A margem de erro do levantamento é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja a pesquisa na íntegra:

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email