CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Humberto Costa coloca Marcos Pontes e Damares Alves no alvo da CPI da Pandemia

Senador e membro titular da CPI da Pandemia Humberto Costa deverá fazer requerimentos convocando dos ministros Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes; e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, a darem explicações sobre suas atuações no combate à Covid-19

Imagem Thumbnail
(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado | ABr)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O senador e membro titular da CPI da Pandemia Humberto Costa (PT-PE) deverá fazer 40 requerimentos visando dar início às investigações sobre a atuação do governo Jair Bolsonaro no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Dois dos requerimentos envolvem a convocação dos ministros Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes;  e da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. 

Segundo reportagem da coluna Radar, da revista Veja, o pedido de convocação de Damares se deve à suspeita de “genocídio indígena”, contida na lista da Casa Civil com possíveis 23 acusações que podem ser imputadas ao governo federal. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Já Marcos Pontes poderá ser convocado para dar explicações  por ter realizado um evento oficial para promover o uso do vermífugo Annita no combate à Covd-19. O remédio, porém, não tem eficácia científica comprovada contra a doença. 

Além deles, outros integrantes e ex-integrantes do primeiro escalão do governo Bolsonaro também deverão ser convocados pela CPI. Entre os nomes estão os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e Eduardo Pazuello, além do atual responsável pela pasta, Marcelo Queiroga.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O ex-secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten, o ministro da Defesa, Braga Netto, e o antecessor Fernando Azevedo e Silva também estão na mira dos requerimentos. 

Assista ao vivo na TV 247:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO