CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Ministros do STF consideram que Bolsonaro está se sentindo emparedado e existem motivos para condená-lo

O fato de Bolsonaro não ter atacado o STF no ato da Avenida Paulista não muda nada

Jair Bolsonaro e presídio federal de segurança máxima (Foto: Reuters | Agência Brasil )
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Alguns ministros do Supremo Tribunal Federal falaram-se no começo da noite deste domingo (25), após o ato de Jair Bolsonaro na Avenida Paulista, em São Paulo, e chegaram à conclusão de que o ex-ocupante do Palácio do Planalto está se sentindo emparedado. 

A informação é do jornalista Guilherme Amado, no Metrópoles. Esta é uma das conclusões dos magistrados sobre o ato de Bolsonaro ter feito um discurso sem ataques diretos à Suprema Corte.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Esses integrantes do STF entendem que a prova para condenar Bolsonaro não é mais teórica, de uma suposta influência intelectual sobre todo o esquema para o golpe, mas é uma prova material.

Sobre a terceirização dos ataques ao STF por meio do pastor Silas Malafaia, os ministros veem o fato como uma estratégia limitada.  Se Malafaia usar dinheiro de sua igreja ou de associações privadas para financiar os atos, será envolvido, consideram os ministros.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os integrantes da Corte, analisaram também a baixa adesão de políticos ao ato. Isto ocorreu - relata o jornalista - porque muitos têm complicações eleitorais no Tribunal Superior Eleitoral e temem o efeito que isso teria sobre seus casos.

Na visão da maioria dos ministros do STF, nada mudou. Há elementos para condenar Bolsonaro. 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO