CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Orçamento secreto para compra de caminhões de lixo cresceu mais de 800%

Desde 2019, o governo já destinou R$ 381 milhões para essa finalidade. Foram identificados pagamentos inflados de R$ 109 milhões

Imagem Thumbnail
Caminhão de lixo (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O orçamento destinado a prefeituras para compras de caminhões de lixo com recursos do governo federal aumentou 833% entre os anos de 2019 e 2022, passando de R$ 24 milhões para atuais R$ 200,2 milhões. É o que revela reportagem de André Shalders, Julia Affonso e Vinícius Valfré deste domingo (22) do jornal O Estado de S.Paulo. O número de veículos comprados saltou de 85 para 453 - alta de 532%.

Segundo a reportagem, o esquema, que abastece pequenas cidades de redutos eleitorais de aliados do governo de Jair Bolsonaro, funciona por meio de emendas de relator e através de órgãos controlados pelo Centrão como a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e principalmente a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a reportagem, caminhões são destinados a pequenas cidades sem qualquer plano para construção de aterros sanitários, como determinado em lei. Em cidades, como Minador do Negrão, o caminhão é muito maior que a capacidade de produção de lixo. Com 15 metros cúbicos, o município leva dois dias para encher a caçamba do veículo, que custou R$ 361,9 mil.

Desde 2019, o governo já destinou R$ 381 milhões para essa finalidade. A reportagem identificou pagamentos inflados de R$ 109 milhões. A diferença dos preços de compra de modelos idênticos, em alguns casos, chegou a 30%.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO