CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Reitor da Federal de Rondônia renuncia ao cargo

Investigado por desvio de recursos, Jos Janurio de Oliveira Amaral no est mais frente da universidade

Reitor da Federal de Rondônia renuncia ao cargo (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após denúncias de irregularidades em sua gestão, o reitor da Universidade Federal de Rondônia (Unir), José Januário de Oliveira Amaral, decidiu renunciar ao cargo. O pedido foi entregue ao Ministério da Educação nesta quarta-feira, e deve ser registrada no Diário Oficial nos próximos dias.

O anúncio foi feito pelo próprio MEC, que emitiu nota afirmando que o pedido será encaminhado para o Palácio do Planalto antes de ser oficializado. Ainda segundo o ministério, o principal motivo alegado foi a falta de condição de conduzir a instituição após as denúncias.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O grupo ligado ao reitor havia sido acusado de desviar verbas e de forjar a aquisição de 6,6 mil refeições para um projeto de pesquisa, que nunca foram entregues. O prejuízo foi de R$ 54,3 mil e se soma a outras fraudes já denunciadas à Justiça.

As marmitas deveriam ser entregues a equipes de projetos de biologia nas hidrelétricas Jirau e Santo Antônio. A coordenadora dos trabalhos, professora Carolina Dória, confirmou em depoimento que não solicitou alimentação e que o dinheiro para as atividades, de R$ 800 mil a R$ 900 mil, desapareceu. "Quando avisei o reitor da Unir a respeito das irregularidades, este me disse que havia falado com Oscar e que quem estava errada era eu; que eu é que seria afastada", relatou a professora, em referência a Oscar Martins Silveira, amigo do reitor e diretor-presidente da Fundação Rio Madeira (Riomar), criada para dar apoio à instituição.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo o Ministério Público, o grupo praticava uma série de fraudes, com desvios de verbas que seriam para a troca de transformador, reforma de telhado e até o aluguel de uma caminhonete. O MP também investiga a contratação de parentes de Amaral como funcionários-fantasmas e o envolvimento deles com empresas de fachada. Com informações do Globo.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO