Servidores do MEC dizem que Milton Ribeiro recebia com frequência pastor investigado no gabinete e até em casa

Mychelle Rodrigues Braga afirmou que "nenhuma outra pessoa ou autoridade esteve naquelas dependências com a frequência do pastor Arilton"

www.brasil247.com - O ministro da Educação, Milton Ribeiro, com o pastor Arilton Moura
O ministro da Educação, Milton Ribeiro, com o pastor Arilton Moura (Foto: Luis Fortes/MEC)


247 - Servidores afirmaram que o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro recebia com frequência o pastor Arilton Moura em seu gabinete e na casa do ex-titular do MEC. No relato à Controladoria-Geral da União (CGU), a chefe da Assessoria de Agenda do gabinete do ministro da Educação, Mychelle Rodrigues Braga, afirmou que, "durante a gestão de Milton Ribeiro nenhuma outra pessoa ou autoridade esteve naquelas dependências com a frequência do pastor Arilton". A informação foi publicada nesta segunda-feira (27) no portal G1

De acordo com o ex-assessor Albério Rodrigues Lima, a partir de maio de 2021, Milton Ribeiro concedeu espaço mais privilegiado aos pastores Gilmar e Arilton, quando passou a recebê-los em sua casa. 

Ribeiro e os dois pastores foram presos na semana passada por conta de investigações sobre tráfico de influência e corrupção no MEC. A Polícia Federal apura um esquema de liberação de dinheiro em troca de propina. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O empresário Edvaldo Brito detalhou como funcionava a cobrança de propina para receber repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email