TCU fará auditoria em tempo real de urnas eletrônicas para rebater possíveis contestações do resultado das eleições

Tribunal de Contas da União (TCU) pretende auditar 540 urnas eletrônicas em tempo real para rebater eventuais contestações dos resultados oficiais

Técnicos do TRE-DF realizam a conferência e a lacração de urnas eletrônicas para o 1º turno das Eleições 2022.
Técnicos do TRE-DF realizam a conferência e a lacração de urnas eletrônicas para o 1º turno das Eleições 2022. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O Tribunal de Contas da União (TCU) está preparando uma auditoria em tempo real de 540 urnas eletrônicas em diversos municípios de todo o País para assegurar um resultado rápido da checagem dos resultados, caso a apuração oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sofra algum tipo de contestação. 

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a iniciativa “funcionará como uma etapa adicional do sistema de auditoria do sistema eletrônico de votação, em uma espécie de contraposição à apuração paralela que será realizada pelas Forças Armadas. “O TCU já havia anunciado a realização de um processo de inspeção mais aprofundado em 4.161 urnas, com divulgação dos resultados em novembro”, ressalta a reportagem. 

continua após o anúncio

O sistema de checagem e auditoria por parte do TCU foi montado na esteira das constantes críticas e questionamentos, sem provas, feitos por Jair Bolsonaro e integrantes da ala militar do seu governo em relação ao modelo eletrônico de votação.

Os militares pretendem realizar uma apuração paralela em cerca de 300 urnas eletrônicas, mas não informaram quais serão os critérios utilizados e nem os objetivos da checagem. 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247