CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Coronavirus

Coronavírus: idosa octogenária é mandada para morrer em casa em Manaus

Funcionário do Delphina Aziz, referência para o coronavírus no Amazonas, informa que os leitos estão lotados e ressalta que o Estado já não tem mais capacidade para atender pacientes em estado grave

(Foto: Estado Amazonas)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Uma idosa foi orientada a morrer em casa no hospital Delphina Aziz, referência para o coronavírus no Amazonas. Relatos que dão conta da situação de colapso do hospital foram divulgados na Folha de S. Paulo. O Estado tem a taxa de incidência mais alta do país (19,1 por 100 mil habitantes) e está entre as cinco unidades da federação com indícios para a fase de aceleração descontrolada da propagação do vírus.

Funcionário do Delphina Aziz informa que os leitos estão lotados. O governo, entretanto, anunciou apenas 19 leitos a mais até este fim de semana. Ele ressalta que o Amazonas já não tem mais capacidade para atender pacientes em estado grave. Sem espaço, idosa de oitenta anos foi mandada para casa. Os mortos estão sendo levado a dois contêineres resfriados.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Já foram registrados cerca de mil casos no Estado e 50 óbitos por conta do vírus.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO