Coronavírus: idosa octogenária é mandada para morrer em casa em Manaus

Funcionário do Delphina Aziz, referência para o coronavírus no Amazonas, informa que os leitos estão lotados e ressalta que o Estado já não tem mais capacidade para atender pacientes em estado grave

(Foto: Estado Amazonas)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma idosa foi orientada a morrer em casa no hospital Delphina Aziz, referência para o coronavírus no Amazonas. Relatos que dão conta da situação de colapso do hospital foram divulgados na Folha de S. Paulo. O Estado tem a taxa de incidência mais alta do país (19,1 por 100 mil habitantes) e está entre as cinco unidades da federação com indícios para a fase de aceleração descontrolada da propagação do vírus.

Funcionário do Delphina Aziz informa que os leitos estão lotados. O governo, entretanto, anunciou apenas 19 leitos a mais até este fim de semana. Ele ressalta que o Amazonas já não tem mais capacidade para atender pacientes em estado grave. Sem espaço, idosa de oitenta anos foi mandada para casa. Os mortos estão sendo levado a dois contêineres resfriados.

Já foram registrados cerca de mil casos no Estado e 50 óbitos por conta do vírus.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247