CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CPI Covid

Humberto Costa diz que Prevent Senior coagiu médicos e funcionários e fez experimentos gravíssimos com pacientes

O senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou ter recebido a denúncia de que profissionais da rede Prevent Senior "foram proibidos de usarem equipamentos de proteção individual, incluindo máscaras, porque o objetivo era disseminar o vírus em ambiente hospitalar para que pudesse ser feita pesquisa que contasse uso de ivermectina, hidroxicloroquina"

Senador Humberto Costa (PT-PE) (Foto: Divulgação | Pedro França/Agência Senado)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Membro da CPI da Covid, o senador Humberto Costa (PT-PE) afirmou na manhã desta quinta-feira (26) ter recebido uma cópia de processo de grupo de profissionais médicos da rede Prevent Senior, que, de acordo com o parlamentar, "formalizaram denúncia por conta da política de coerção aos profissionais para adotarem orientações do chamado tratamento precoce". "Aqueles que se recusaram inclusive foram demitidos", destacou o senador.

Segundo o senador, "os profissionais de saúde foram proibidos de usarem equipamentos de proteção individual, incluindo máscaras, porque o objetivo era disseminar o vírus em ambiente hospitalar para que pudesse ser feita pesquisa que contasse uso de ivermectina, hidroxicloroquina". 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"O teste começou no dia 6 de abril, houve pedido da Prevent Senior ao Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa) para liberar a pesquisa. No dia 14 a Conep liberou e seis dias depois proibiu tal era a gravidade do experimento que estava sendo feito com vidas humanas", disse. "O gabinete paralelo era o elo entre o Prevent Senior e o governo federal".

NOTA DA PREVENT SENIOR

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A Prevent Senior sempre atuou dentro dos parâmetros éticos e legais e, sobretudo, com muito respeito aos beneficiários. Todas as dúvidas e questionamentos formulados pela CPI foram devidamente esclarecidos junto às autoridades competentes.

Assista à CPI pela TV 247: 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO