Mãe de Amy: "A morte dela era uma questão de tempo"

Janis Winehouse declarou que a filha parecia fora de si nos ltimos dias

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Janis Winehouse percebeu que a filha não estava bem na última vez que se encontraram, um dia antes de a cantora Amy Winehouse, 27 anos, ser encontrada morta pela polícia em seu quarto, na tarde de sábado. Segundo o jornal britânico Sunday Mirror, Janis considerava a morte de sua filha “apenas uma questão de tempo”. Ela declarou ao jornal que Amy “parecia fora de si", acrescentando não ter assimilado sua morte repentina.

Anunciada inicialmente para este domingo, a autópsia do corpo da cantora não acontece antes desta segunda-feira, segundo a polícia britânica. É essa análise que vai determinar a causa da morte da cantora. Para a polícia britânica, até a publicação desse resultado, é “inadequado” especular sobre uma possível overdose. Segundo a imprensa britânica, o funeral da cantora deve ser realizado na terça-feira.

O choque da mãe de Amy foi parecido ao sentido por milhares de fãs da cantora, que deixaram flores, bilhetes e até garrafas de bebida e taças próximo ao apartamento da cantora. Várias celebridades, entre elas a cantora M.I.A., anunciaram homenagens à cantora britânica e o álbum Black to Black foi alçado ao primeiro lugar na loja virtual iTunes do Reino Unido.

Em comunicado, a família da cantora disse que “ela deixa uma lacuna em nossas vidas” e pede “privacidade para e espaço neste momento terrível” para velar uma “sobrinha, irmã e filha maravilhosa”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email