Trilha sonora do filme “Argylle - O Superespião” mistura disco com música secreta dos Beatles

Filho do produtor dos Beatles George Martin, Giles Martin ofereceu ajuda ao compositor de trilhas sonoras Lorne Balfe com o objetivo encontrar uma canção para uma personagem

Compositor Lorne Balfe comparece a evento em Londres com a esposa, Nina
Compositor Lorne Balfe comparece a evento em Londres com a esposa, Nina (Foto: HENRY NICHOLLS / REUTERS)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Por Hanna Rantala

LONDRES (Reuters) - O premiado compositor de trilhas sonoras Lorne Balfe afirmou que foi incentivado a deixar a sua zona de conforto pelo novo filme “Argylle – O Superespião”, e o resultado disso é um trabalho com inspiração no gênero disco e que inclui uma música secreta dos Beatles.

continua após o anúncio

A trilha sonora do filme, dirigido por Matthew Vaughn, foi divulgada nesta sexta-feira e é composta por duas músicas da atriz e cantora Ariana DeBose.

“Matthew estava lá, me ligou e disse: 'Ok, fizemos o filme, você acaba de ganhar um Oscar, vamos fazer mais alguma coisa', e deu a ideia da música ‘Electric Energy’", afirmou DeBose, que conquistou o Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel em “Amor, Sublime Amor”, de Steven Spielberg, em 2021.

continua após o anúncio

“Me diverti muito experimentando o gênero disco. E eu amo o fato de você conseguir ouvir a melodia durante todo o filme. É como ter essa energia subjacente à nossa história”, acrescentou.

Vaughn também pediu que Balfe colaborasse com a produção. Pela primeira vez em sua carreira, o músico escreveu a canção junto com o cineasta: “Foi uma colaboração totalmente 50-50 pelo FaceTime, escrevendo melodias”, afirmou Balfe.

continua após o anúncio

Mas Vaughn tinha ainda mais uma carta na manga. Cerca de um ano antes de o filme ser finalizado, Giles Martin, filho do produtor dos Beatles George Martin, ofereceu ajuda para encontrar uma canção para a personagem principal, Elly Conway.

“Matthew sempre esteve atrás de uma canção para Elly, e Giles disse ‘eu acho que tenho algo’”, afirmou Balfe. Esse “algo” era simplesmente “Now And Then”, classificada com a última música dos Beatles e desenvolvida com ajuda da inteligência artificial.

continua após o anúncio

“Não acho que eu sequer sabia quem era quando ouvi pela primeira vez. Era um arquivo em branco. E aí você escuta a música dos Beatles que ninguém ouviu, sendo tocada por uma orquestra, e nenhum dos musicistas a conhecia. Tivemos que usar nomes falsos”, explicou.

A canção foi eventualmente lançada em novembro de 2023.

continua após o anúncio

(Reportagem de Hanna Rantala)

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247