Bolsonaro é culpado pela alta da gasolina para 68% dos brasileiros, aponta Datafolha

Preços dispararam porque os preços foram dolarizados após o golpe de estado contra a ex-presidente Dilma Rousseff

www.brasil247.com - Bolsonaro e frentista abastecendo veículo
Bolsonaro e frentista abastecendo veículo (Foto: Reuters)


247 – Os brasileiros começam a perceber que Jair Bolsonaro é um dos principais responsáveis pelos altíssimos custos da gasolina, do diesel e do gás de cozinha no Brasil, por ter mantido a política de preços da Petrobrás, implantada após o golpe de estado de 2016 contra a ex-presidente Dilma Rousseff, que dolariza os valores cobrados pelos derivados.

"Para a maioria dos brasileiros, 68%, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) tem responsabilidade pela alta no preço dos combustíveis. A percepção foi identificada pela pesquisa Datafolha", aponta reportagem da Folha, publicada nesta terça-feira. "O aumento dos combustíveis é uma das maiores preocupações do governo, pois os reajustes, cada vez mais altos, são interpretados como um risco à reeleição do presidente, e tem gerado pressão dentro do próprio governo por uma solução para amenizar o preço para o consumidor final", aponta ainda o texto.

"Os aumentos chegaram com força aos consumidores. Segundo levantamento da ANP (Agência Nacional de Petróleo), divulgado na semana passada, o litro do diesel era vendido a R$ 6,56, na média. No dia 6, antes do reajuste, custava em média R$ 5,91. O litro da gasolina, por sua vez, foi de R$ 6,68 para R$ 7,21. Em alguns pontos do país, o litro já chegou a R$ 8,95. O metro cúbico do GNV (Gás Natural Veicular), muito utilizado por motoristas de aplicativos e taxistas, subiu cerca de 46% desde março de 2021. O botijão do gás de cozinha de 13 kg custa, na média, R$ 113,24. Em meados de setembro do ano passado, quando chegou a R$ 98,33, o preço já era considerado alto para os mais pobres", informa o jornal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ontem, Jair Bolsonaro mudou o comando da Petrobrás, indicando o consultor privatista Adriano Pires para o lugar do general Joaquim Silva e Luna.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email