Em dia de consumo recorde de energia, 92% das fontes são renováveis

"Podemos nos orgulhar, quase 93% da geração de energia elétrica do país foi atendida por usinas renováveis", disse, em nota, o ministro Alexandre Silveira

Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e ministro Alexandre Silveira, de Minas e Energia, durante a Cerimônia de Assinatura do Projeto de Lei do Programa Combustível do Futuro, no Palácio do Planalto. Brasília - DF
Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e ministro Alexandre Silveira, de Minas e Energia, durante a Cerimônia de Assinatura do Projeto de Lei do Programa Combustível do Futuro, no Palácio do Planalto. Brasília - DF (Foto: Ricardo Stuckert/PR)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sputnik – O Sistema Interligado Nacional registrou consumo recorde de energia em fevereiro, com pico nesta quinta-feira (7/2), quando a carga total foi de 101.860 megawatt (MW), segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) divulgados neste sábado (10).

As principais fontes foram as renováveis, sendo as usinas hidrelétricas as principais, seguidas das usinas eólicas, a solares e micro e minigeração distribuída, representando 92,4% do fornecimento. Para o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, o resultado do Sistema Interligado Nacional deu mais uma demonstração de "robustez":

continua após o anúncio

"Podemos nos orgulhar, quase 93% da geração de energia elétrica do país foi atendida por usinas renováveis. Mas nosso trabalho é contínuo", disse, em nota, o ministro. "Por isso, o Ministério de Minas e Energia e as vinculadas continuarão trabalhando para buscar o equilíbrio entre segurança energética e modicidade tarifária para as brasileiras e brasileiros".

A Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Pará, foi responsável por 10% da carga. A micro e minigeração distribuída (MGD) contribuiu com 13.953 MW durante o pico. De acordo com o ONS, as altas temperaturas do verão brasileiro e a volta às aulas foram os responsáveis por elevar a carga.

continua após o anúncio

O recorde anterior de consumo foi registrado em 14 de novembro de 2023, quando o SIN foi demandado em 101.475 MW. No dia anterior, a carga total ultrapassou pela primeira vez a marca dos 100.000 MW.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247