CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Governo Tarcísio foi a fonte da fake news grotesca usada pela CNN e replicada por Nikolas Ferreira para atacar o presidente Lula

Palácio dos Bandeirantes diz ter sido procurado por representantes ucranianos dispostos a investir US$ 50 bilhões no Brasil – números completamente fora de propósito

Imagem Thumbnail
Tarcísio de Freitas e CNN Brasil (Foto: Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A fonte de uma fake news grotesca, divulgada pela CNN e replicada pelo deputado Nikolas Ferreira para atacar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi o governo de São Paulo, comandado por Tarcísio de Freitas. Segundo a "notícia", a fabricante de aviões russo-ucraniana Antonov teria desistido de investir US$ 50 bilhões no Brasil porque o presidente Lula não estaria sendo suficientemente "neutro" em suas posições a respeito da guerra na Ucrânia.

A notícia é falsa por razões óbvias. Nunca, em nenhum lugar do mundo, qualquer multinacional anunciou um investimento de 50 bilhões de dólares. Os grandes projetos de investimento industrial recentes situam-se na casa de US$ 10 bilhões, como um projeto da Tesla, no México, e um da Volkswagen, na Espanha. Nesta semana, houve o anúncio de um projeto de US$ 14 bilhões, também pela Volks, para uma grande fábrica de baterias no Canadá.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Portanto, qualquer jornalista minimamente experiente saberia que a informação sobre a Antonov era falsa. Além disso, tal quantia representa nada menos que 25% do PIB da Ucrânia, um país devastado pela guerra, que tem recebido ajuda internacional para comprar armas, mas que não tem feito qualquer investimento fora de suas fronteiras. Sem contar o fato de que a Antonov é uma estatal russo-ucraniana, sem qualquer presença internacional.

Entretanto, a despeito de todas as evidências de que se tratou de uma grande armação, o Palácio dos Bandeirantes socorreu a CNN nesta quarta-feira. O site da emissora divulgou uma nota do governo paulista sobre o caso. “A Secretaria de Negócios Internacionais do Estado de São Paulo informa que, no dia 11 de abril, recebeu representantes de Oleksandr Nykonenko e Victor Avdeyev, conselheiro e vice-presidente da Antonov Company, para audiência a respeito do interesse da estatal ucraniana Antonov desenvolver atividades no Brasil, em especial no Estado de São Paulo”, diz o governo de SP em nota. “Segundo os representantes, a companhia teria um plano de investimentos de US$ 50 bilhões em cinco anos”. Posteriormente, os participantes da reunião entraram em contato, por e-mail, informando que “diante das últimas declarações do Governo Federal, a Antonov decidiu suspender as negociações.”

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A nota do governo paulista, na prática, apenas apenas indica que o Palácio dos Bandeirantes foi a fonte de uma fake news absurda criada para desgastar o presidente Lula e alimentar a desinformação na mídia dita profissional e nas redes sociais. "No debate político brasileiro, infelizmente a verdade fugiu pela janela", disse nesta tarde o jurista Pedro Serrano à TV 247.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO