Lemann, Sicupira e Telles correm risco de prisão nos Estados Unidos, aponta Jornal do Brasil

Americanas pediu recuperação judicial após fraudes contábeis de R$ 20 bilhões

Da esq.: para a dir.: Carlos Alberto Sicupira, Paulo Lemann e Marcel Telles
Da esq.: para a dir.: Carlos Alberto Sicupira, Paulo Lemann e Marcel Telles (Foto: Divulgação | Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Do Jornal do Brasil – Os 3 homens mais ricos do Brasil e articuladores do maior golpe financeiro da história do Brasil, se forem processados nos EUA, poderão ser condenados e presos, mesmo devolvendo os R$ 20 bilhões que desviaram das Lojas Americanas.

Também a Price Waterhouse, empresa de auditoria que encobriu a fraude, será responsabilizada.

continua após o anúncio

Fonte do JORNAL DO BRASIL em Nova York diz que os credores não acreditam mais na possibilidade de ter seus direitos resguardados pela justiça brasileira, depois de serem informados que o irmão do ex-presidente do Tribunal de Justiça do Rio foi contratado para representar as Lojas Americanas no processo de Recuperação Judicial: "sabemos como funciona o sistema judicial no Brasil. Nossos clientes querem processar Lemann, Sicupira e Telles, assim como a Price, nos EUA", assegurou.

Esses processos já começam a ser articulados, para serem protocolados no Tribunal de Nova York, por fundos de investimentos que viram as centenas de milhões de dólares investidos em ações das Lojas Americanas virarem pó, depois da descoberta da fraude no Brasil.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247