CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Luiza Trajano dá exemplo: peço aos empresários que não demitam

"Estou pedindo aos empresários se acalmarem, darem férias e não provocarem desemprego”, defendeu a empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza

Imagem Thumbnail
Luiza Helena Trajano (Foto: World Economic Forum/Benedikt von Loebell)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, se contrapôs ao discurso de parte do empresariado que defende o fim da quarentena e clamou para que, neste momento difícil, os empresários “não demitam”. 

“É um momento difícil que a gente nunca passou. Mas acredito no nosso poder de se reinventar e é um momento que o pânico não nos deixa ver as coisas que estão sendo anunciadas pelo próprio governo para que a gente possa economicamente sair do sufoco. Estou pedindo aos empresários se acalmarem, darem férias e não provocarem desemprego”, defendeu a empresária em entrevista à repórter Monica Scaramuzzo, de “O Estado de S. Paulo”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Luiza Trajano enfatiza que “proteger a vida é mais importante", mas podenra que "a economia também é importante porque ajuda a combater o desemprego".

"O que tenho falado [aos empresários] é que o confinamento é uma realidade”, reafirma a empresária, que cobra do governo Jair Bolsonaro que apresente uma “previsibilidade” sobre o fechamento do mercado. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A empresária frisa que, nas lojas que não haviam sido fechadas, os clientes “exigiam” o fechamento. “Teve mãe de funcionário pedindo para fechar (a loja). Já tinha um pânico grande. As pessoas estão com medo de se encontrar.”

Trajano disse ainda que os pequenos e médios empresários a têm procurado para conversar preocupados com os impactos econômicos e com as políticas desemcontradas do governo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Tenho dito que o pânico está tão grande que eles não estão conseguindo ver as medidas que o governo está tomando. Eles estão com medo de quebrar, e com razão. É preciso comunicar bem porque o desemprego por desespero será muito grande”.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO