Oi entra com pedido de proteção contra credores e se prepara para segunda recuperação judicial

Advogados da operadora alegam que a estrutura de capital da companhia continua insustentável

Oi se prepara para recuperação judicial
Oi se prepara para recuperação judicial (Foto: Vera Magalhães e Lilia Schwarcz)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A operadora Oi entrou nesta quarta-feira (1º) na Justiça com um pedido de proteção contra os credores da companhia em caráter preparatório para uma segunda recuperação judicial, em medida similar a da Americanas, informa o jornal Valor Econômico

A empresa não conseguiu chegar a um acordo final para reestruturar suas dívidas de milhões de reais relativos a obrigações financeiras.

continua após o anúncio

“Apesar do inquestionável sucesso da primeira recuperação judicial, que, por meio da mudança de seu plano estratégico de atuação, com novo foco de operações voltado a serviços de fibra ótica e incluindo a transferência para outros investidores de parte de seus negócios, permitiu a redução substancial de seu endividamento total, a estrutura de capital da companhia continua insustentável. São, aproximadamente, R$ 29 bilhões apenas em dívidas financeiras”, argumentam os advogados da Oi, em referência ao primeiro processo de recuperação judicial da empresa, que durou quase 6 anos e meio e foi encerrado em dezembro do 2022

“O não pagamento de mais de R$ 600 milhões que vencem em 5.2.2023, dentre os quais mais de US$ 82 milhões devidos a título de juros para os bondholders [detentores de bônus], acarretaria o vencimento antecipado da quase totalidade da dívida financeira acima apontada, por conta das cláusulas de vencimentos antecipado e cruzado previstas em seus contratos financeiros”, esclarecem os advogados da Oi no pedido. 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247