CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Economia

Steinbruch continua atrás da Usiminas

Nos ltimos trs dias, CSN aumenta participao na siderrgica mineira e faz ao disparar na bolsa

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247_Benjamin Steinbruch, presidente da CSN, continua obcecado com a Usiminas. O executivo quer ser aceito pelos sócios da siderúrgica mineira no grupo de controle da companhia. Mas Nippon Steel, Camargo Corrêa, Votorantim e a Caixa dos Empregados da Usiminas, os maiores acionistas, negaram uma possível venda de suas participações para a concorrente CSN. Há quatro meses, os quatro majoritários renovaram o acordo de acionistas até 2031 que garante a preferência para o bloco de controladores na aquisição das ações ordinárias (com direito a voto no Conselho). Para fugir dessa barreira, Steinbruch ordenou que a CSN adquira quantos papéis conseguir da concorrente. Em abril, ele já tinha 10% de participação da Usiminas, peso semelhante ao da Previ, o fundo de pensão do Banco do Brasil.

Nos últimos três dias, a CSN voltou à carga. A companhia fez a ação da Usiminas disparar. Na segunda-feira, o papel USIM5 ganhou 3,2%; na terça, 6,6%; e na quarta, 4%. Em todos os pregões a ação ficou entre as mais negociadas e com a maior valorização do Ibovespa. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) cobrou uma explicação dos executivos da Usiminas pelo desempenho atípico. A resposta foi que a CSN tem aumentado sua participação com as ações preferenciais (USIM5), depois de comprar muitas ordinárias (USIM3) nos últimos meses.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO