CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Entrevistas

Caso Tacla Duran revelou como funciona a censura na mídia brasileira, diz Mário Vítor Santos

Jornalista criticou postura da mídia diante das denúncias de Tacla Duran contra Moro e Dallagnol: “demorou quase 24 horas para a Globo suspender a censura”

Tacla Duran e Mário Vitor Santos (Foto: Reprodução | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O jornalista Mário Vitor Santos criticou a mídia corporativa, em especial o jornal O Globo, por omitir o depoimento do advogado Tacla Duran, que aponta o ex-juiz parcial e senador Sergio Moro (União Brasil-PR) e o ex-procurador e deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR) como extorsionários durante a Lava Jato. Segundo “Demorou quase 24 horas para a Globo suspender a censura sobre o depoimento”, apontou.

“É interessante ver como a censura do conglomerado Globo foi articulada. É como se viesse uma decisão do departamento interno de censura, ou seja, da direção do veículo dizendo assim: ‘sobre Tacla Duran, o depoimento feito ao juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba acusando Deltan Dallagnol e Sérgio Moro de praticarem extorsão e receberem recursos ou diminuirem a multa a ser paga pelo Tacla Duran, esse assunto nós não vamos comentar, não vai existir’. Isso é a demonstração maior do que é o jornalismo corporativo tradicional”, explicou o jornalista à TV 247.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo Mário Vitor Santos, “mais importante é o que é omitido, o que é cortado do que aquilo que é publicado e veiculado”. 

“É dessa maneira que os editores/censores agem: cortando todo o material que possa ser sensível e contrário aos interesses do veículo, aos interesses políticos. A Folha e o Estadão também omitiram ao enterrar o assunto em páginas internas, sem dar o devido destaque”, finaliza.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em artigo publicado no Brasil 247, Mario Vitor faz mais críticas ao posicionamento do conglomerado, que vem mudando desde o início do governo. “A Globo, que vinha sendo menos agressiva que o habitual neste início de governo petista, mudou nas últimas duas semanas”.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO