ACM Neto: ‘Relação com ambulantes mudou de medo para parceria’

O prefeito ACM Neto inaugurou nesta segunda-feira o Mercado Municipal da Liberdade Antônio Lima, construído na área da antiga Cesta do Povo do bairro; o empreendimento teve investimento de R$ 1,8 milhão, e tem um único pavimento, com 18 boxes para lanchonetes, restaurantes, comércio de carnes e frutos do mar etc.; o democrata disse que a relação entre prefeitura e comerciantes de rua "mudou de medo para parceria nos últimos três anos, e que a administração municipal vem investindo na construção de mercados e requalificação de feiras livres e áreas de atuação do comércio de rua"

O prefeito ACM Neto inaugurou nesta segunda-feira o Mercado Municipal da Liberdade Antônio Lima, construído na área da antiga Cesta do Povo do bairro; o empreendimento teve investimento de R$ 1,8 milhão, e tem um único pavimento, com 18 boxes para lanchonetes, restaurantes, comércio de carnes e frutos do mar etc.; o democrata disse que a relação entre prefeitura e comerciantes de rua "mudou de medo para parceria nos últimos três anos, e que a administração municipal vem investindo na construção de mercados e requalificação de feiras livres e áreas de atuação do comércio de rua"
O prefeito ACM Neto inaugurou nesta segunda-feira o Mercado Municipal da Liberdade Antônio Lima, construído na área da antiga Cesta do Povo do bairro; o empreendimento teve investimento de R$ 1,8 milhão, e tem um único pavimento, com 18 boxes para lanchonetes, restaurantes, comércio de carnes e frutos do mar etc.; o democrata disse que a relação entre prefeitura e comerciantes de rua "mudou de medo para parceria nos últimos três anos, e que a administração municipal vem investindo na construção de mercados e requalificação de feiras livres e áreas de atuação do comércio de rua" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O prefeito ACM Neto (DEM) inaugurou nesta segunda-feira (20) o Mercado Municipal da Liberdade Antônio Lima (homenagem ao ex-vereador homônimo que faleceu em março último), construído na área da antiga Cesta do Povo do bairro, na Rua Gonçalo Coelho. O empreendimento teve investimento de R$ 1,8 milhão, e tem um único pavimento, com 18 boxes para lanchonetes, restaurantes, comércio de carnes e frutos do mar etc.

O espaço conta ainda com capacidade para receber 50 barracas desmontáveis para venda de hortifruti. Parte dos comerciantes da Feira do Japão estará abrigado no novo mercado, enquanto a área – localizada ao lado do mercado - passa por requalificação, com previsão de entrega no segundo semestre.

O prefeito ACM Neto disse que a relação entre prefeitura e comerciantes de rua "mudou de medo para parceria nos últimos três anos, e que a administração municipal vem investindo na construção de mercados e requalificação de feiras livres e áreas de atuação do comércio de rua".

"Está sendo entregue o mercado municipal em um bairro tão importante e que tem uma tradição muito forte do comércio informal como a Liberdade. Agora os feirantes e ambulantes vão poder trabalhar de uma forma muito mais organizada e em uma estrutura completa, coberta e padronizada que será administrada diretamente pela Prefeitura", disse o democrata.

Titular da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Rosemma Maluf afirmou que em três anos já foram construídos quatro mercados municipais – os demais funcionam em Periperi, Cajazeiras e Itapuã. Também já foram requalificadas 15 áreas de camelódromo, entre elas as da Avenida Sete de Setembro e da baixa dos Sapateiros, e mais as feiras livres – a do bairro de Mussurunga será a próxima a ser entregue completamente ordenada, até o fim deste mês.

"Isso demonstra a importância dos feirantes e ambulantes para Salvador, eles que tanto contribuem para movimentar a economia na cidade. Este é um trabalho desafiador, mas de muito enriquecimento", disse Rosemma.

Próximas etapas

Os próximos mercados a ser entregues são o Dois de Julho e o das Flores, no Centro da cidade, até o fim desse mês. A reforma do Mercado Popular, em Água Brusca, fica pronta em cerca de 45 dias, mas a feira funciona provisoriamente em um espaço ao lado, na Avenida Jequitaia. Já está pronto o projeto arquitetônico do mercado de São Cristóvão e está sendo licitado o projeto executivo para o Mercado de São Miguel.

Já a Feira do Japão - importante e tradicional centro de comércio do bairro da Liberdade - passa por reformas. A partir do segundo semestre, deverá integrar o complexo de vendas do novo mercado municipal da região. O local está sendo totalmente reurbanizado pela Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), recebendo novo sistema de drenagem, pavimentação, calçamento e acessibilidade.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247