Geral

Amorim: 'não se faz transplante renal em Sergipe há quatro anos'

O senador Eduardo Amorim (PSC) disse nesta sexta (29) estar preocupado com a situação dos pacientes renais em Sergipe; o parlamentar lembrou que há muito tempo não se faz transplante renal no Estado, o que tem gerado sofrimento aos pacientes que se submetem ao tratamento de hemodiálise; "Não se faz um transplante renal em Sergipe há quatro anos. É de uma maldade e uma perversidade extrema permitir que pessoas não façam transplantes e, dia sim e dia não, tenham de realizar hemodiálise”, afirmou

O senador Eduardo Amorim (PSC) disse nesta sexta (29) estar preocupado com a situação dos pacientes renais em Sergipe; o parlamentar lembrou que há muito tempo não se faz transplante renal no Estado, o que tem gerado sofrimento aos pacientes que se submetem ao tratamento de hemodiálise; "Não se faz um transplante renal em Sergipe há quatro anos. É de uma maldade e uma perversidade extrema permitir que pessoas não façam transplantes e, dia sim e dia não, tenham de realizar hemodiálise”, afirmou (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O senador Eduardo Amorim (PSC) disse nesta sexta-feira (29) estar preocupado com a situação dos pacientes renais em Sergipe. O parlamentar lembrou que há muito tempo não se faz transplante renal no Estado, o que tem gerado sofrimento aos pacientes que se submetem ao tratamento de hemodiálise.

“Não se faz um transplante renal em Sergipe há quatro anos. É de uma maldade e uma perversidade extrema permitir que pessoas não façam transplantes e, dia sim e dia não, tenham de realizar hemodiálise”, afirmou o senador, durante entrevista na Rádio FM Itabaiana.

Ele destacou que as pessoas acabam presas às máquinas para a filtragem do sangue. “O Ministério da Saúde remunera bem o profissional e a unidade que realiza o transplante. Mas em Sergipe, cerca de dois mil pacientes estão sofrendo com o tratamento e sem a realização do transplante”, ressaltou.

Amorim disse ainda que o Governo de Sergipe não vem demonstrando preocupação com a vida dos sergipanos. “Esse governo é o governo da brincadeira, da maldade e da perversidade. Quem está governando Sergipe não está levando a coisa com a seriedade que é preciso. Ele está brincando com a vida da população”, acusou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO