Dilma cresce em Datafolha sobre sucessão de 2014

Presidente oscilou quatro pontos para cima em relação  pesquisa sobre a sucessão presidencial realizada em dezembro do ano passado; enquanto isso, seus prováveis concorrentes Marina Silva, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) perderam terreno; na última pesquisa Datafolha, Dilma aparecia com 54% das intenções de voto

Dilma cresce em Datafolha sobre sucessão de 2014
Dilma cresce em Datafolha sobre sucessão de 2014
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A mais recente pesquisa Datafolha sobre a sucessão presidencial, divulgada nesta sexta-feira 22, indica que a presidente Dilma Rousseff venceria a disputa de 2014 no primeiro turno, e com mais facilidade do que a última pesquisa indicava. Se a eleição fosse hoje, a petista teria 58% das intenções de votos, seguida de muito longe pela ex-senadora e ex-ministra Marina Silva, que tenta fundar sua Rede de Sustentabilidade e teria 16%.

O senador tucano Aécio Neves (PSDB-MG) aparece apenas em terceito lugar, com 10%. Enquanto isso, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), ocuparia a quarta colocação, com 6% das intenções de voto. Em relação à pesquisa anterior, realizada em dezembro do ano passado, Dilma cresceu (tinha 54% no fim do ano passado), enquanto Marina (18%) e Aécio (12%) e Campos (4%) perderam terreno.

Na pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 6% declararam voto nulo ou em branco, enquanto 3% disseram não saber em quem votar. A pesquisa foi realizada entre os dias 20 e 21 de março e ouviu 2.653 pessoas. Ela tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email