Haddad parabeniza Dilma por redução na conta de energia

"Muita gente duvidou que fosse possível acontecer o inimaginável. Porque todo mundo sempre ouviu falar da conta de serviço público", disse o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, durante entrega de 300 casas do Minha Casa, Minha Vida e 84 ambulâncias para o Samu. Segundo ele, "o comércio, a indústria e as famílias [de São Paulo] vão economizar R$ 1,9 bilhão por ano"

Haddad parabeniza Dilma por redução na conta de energia
Haddad parabeniza Dilma por redução na conta de energia


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

SP247 - Após evento público no Palácio do Bandeirantes e, portanto, ao lado do governador Geraldo Alckmin (PSDB), o prefeito de São Paulo se sentiu mais à vontade para comentar o pronunciamento em que a presidente Dilma Rousseff anunciou a redução na conta de luz, na quarta-feira 23. O pronunciamento de Dilma gerou protestos da oposição, principalmente do PSDB de Alckmin.

Durante a cerimônia de entrega de 300 casas do Minha Casa, Minha Vida e 84 ambulâncias para o Samu, Haddad aproveitou para "parabenizar" a presidente pelo pronunciamento. "Muita gente duvidou que fosse possível acontecer o inimaginável. Porque todo mundo sempre ouviu falar da conta de serviço público", disse.

Haddad disse que Dilma "não fez uma mágica". "Percebeu que os contratos de concessão estavam vencendo. Isso significava que o investimento feito por nossos avós já tinha sido pago. Se o investimento estava amortizado, nada mais justo de devolver para o povo o que o povo ajudou a contruir com o suor de seu rosto", disse o prefeito.

continua após o anúncio

Nos cálculos da prefeitura de São Paulo, "o comércio, a indústria e as famílias vão economizar R$ 1,9 bilhão por ano", disse Haddad. "As famílias vão movimentar o comércio, aumentar o consumo, o lazer, vão ter acesso à cultura, a bens duráveis e bens não duráveis que hoje não podem comprar. Vão poder pagar suas dividas e abrir novos crediários", destacou.

Segundo o prefeito, essa é "uma mudança que nunca aconteceu, para o serviço público amadurecer e devolver para a população o que ela ajudou a contruir". "É uma mudança grande de postura do governo federal em relação às concessões", concluiu.

continua após o anúncio
continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247