CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Marconi prepara plano PAI, ação para os goianos

Plano de Ação Integrada. É este o nome de estratégia de marketing amarrada em ações de Estado orquestrada pela comunicação do governo goiano para tentar reparar a imagem do governador Marconi Perillo, alvo de nova edição do movimento #ForaMarconi

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Goiás 247 – Parece brincadeira, mas o marketing do governador está a todo vapor em matéria de criatividade. Informação deste domingo, 20, publicada no jornal O Popular relata disposição da equipe do governador de criar pacote de bondades para se contrapor aos desgastes do envolvimento do nome do governador Marconi Perillo (PSDB) com o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Animados com o fato de o tucano não ter sido convocado para depor na CPI mista do Cachoeira, em Cachoeira, os governistas querem aproveitar para recuperar a boa imagem perdida do governador e do governo, novamente arranhada no sábado, 19, com ação forte da polícia para segurar os protestos da quarta edição do #ForaMarconi, como relatou o 247 (leia aqui).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Uma das medidas já mostradas também aqui no 247 foi a destinação de mais R$ 20,5 milhões para a área de publicidade do governo (lei aqui). Outra é a criação providencialmente chamado Programa de Ação Integrada, o PAI.

Marconi, o amigo de Cachoeira – como atesta uma das ligações vazadas da Operação Monte Carlo –, quer agora posar de pai dos goianos. Um pai com aço. Mais: um pai em ação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Veja reportagem de O Popular deste domingo.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Governo reage contra desgastes

Cúpula intensifica atividades em setores prioritários e prepara “pacote de bondades” para os próximos dias

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Fabiana Pulcineli

20 de maio de 2012 (domingo)

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em meio a desgastes provocados pela Operação Monte Carlo, o governo estadual intensificou nas últimas semanas anúncios de ações e benefícios em setores considerados prioritários ou nos quais há maiores arranhões da imagem do governo. As medidas representam impacto de pelo menos R$ 1,3 bilhão nas contas do Estado este ano.

E não para por aí. A cúpula governista prepara para os próximos dias novo pacote de bondades: é o Programa de Ação Integrada, chamado inicialmente de PAI, que vai reunir projetos previstos no plano de governo e no Plano Plurianual (PPA) até 2014. O formato será semelhante ao do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, mas com a diferença de que não focará apenas em infraestrutura.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na agenda positiva, já foram anunciados Passe Livre Estudantil, programa Cheque Mais Moradia, transferência de recursos para reformas de escolas, data-base para os servidores e negociações salariais com professores e delegados. Considerado um dos programas de maior peso para o governo, o Bolsa Futuro iniciará no final do mês a entrega dos primeiros cartões aos alunos. As aulas devem começar em agosto.

O PAI foi proposto pelo governador Marconi Perillo (PSDB) em reunião com o secretariado no dia 25 de abril. O objetivo é integrar em 50 programas os projetos e compromissos do governo para até 2014.

Assim como o PAC, o programa do governo estadual terá selo de prioridade com garantia de liberação de recursos para algumas obras. “O plano terá detalhamento de cada ação, com verba definida para que a sociedade saiba exatamente o que acontecerá com os recursos do governo, na realização de obras e investimentos”, disse o governador na ocasião.

Ainda não há informações sobre total de gastos previstos para o programa, que ainda está sendo finalizado em consulta aos órgãos.

O esforço para mostrar que não está refém da crise política também aparece nos discursos de Marconi. Com agenda cheia nos últimos dias, ele tem repetido em todos os eventos que o governo “não está parado” e detalha investimentos e ações em diversas áreas.

Na área de infraestrutura, o governo planeja enviar à Assembleia Legislativa nesta semana projeto de lei que prevê autorização para que o Estado contrate empréstimo de R$ 1,5 bilhão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para investimentos em 1,6 mil quilômetros de conclusão e construção de rodovias. O empréstimo foi fechado com o banco na semana passada, com a definição das condições de pagamento e destinação dos recursos.

Além disso, o governo prepara lançamento de licitação no segundo semestre do veículo leve sobre trilhos (VLT), que contará com recursos federais, no segundo semestre. Mais R$ 1,5 bilhão deve ser contratado de empréstimo, com parcela destinada ao VLT (R$ 300 milhões) e o restante para estradas.

PUBLICIDADE

O empenho em agilizar projetos e cumprir promessas é acompanhado do aumento da publicidade do governo, com transferência de R$ 20,5 milhões para a Agência Goiana de Comunicação (Agecom), por meio de decretos publicados na última quinta-feira.

Os decretos assinados pelo governador anulam dotação orçamentária do Fundo de Fomento ao Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes), ligado à Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan). A dotação era para “execução de projetos especiais de desenvolvimento com recursos de royalties”.

O presidente da Agecom, José Luiz Bittencourt, diz que a medida é normal no governo. Segundo ele, o orçamento da Agecom para divulgação de ações governamentais é de R$ 1 mil, com acerto prévio de haver destinação de recursos de outras áreas de acordo com a necessidade.

José Luiz afirma que outros R$ 15 milhões já haviam sido transferidos para a Agecom este ano e que mais recursos serão necessários. “É lógico que precisa de mais”, disse, acrescentando que a verba não é utilizada apenas para publicidade institucional, mas também para propagandas de caráter obrigatório, como campanhas de vacinação ou prevenção de queimadas.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO