Negócio suspeito liga Walter, Perillo e Cachoeira

Documentos entregues na CPI e obtidos em parte pelo 247 dão notícia de um negócio cheio de artimanhas, e muito suspeito, que envolve área nobre no centro de Goiânia; é a ligação definitiva de Walter Paulo, Marconi Perillo e Carlos Cachoeira; estão todos no mesmo negócio

Negócio suspeito liga Walter, Perillo e Cachoeira
Negócio suspeito liga Walter, Perillo e Cachoeira (Foto: Edição/247)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Um obscuro negócio envolvendo o mais tradicional clube de Goiânia, o Jóquei Clube, com área no centro de Goiânia, estabeleceu ligação direta entre o contraventor Carlinhos Cachoeira e o empresário Walter Paulo, dono da Faculdade Padrão e da casa que era do governador Marconi Perillo (PSDB) e onde o próprio Cachoeira acabou preso pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo.

Walter Paulo sustentou que a sua faculdade arrendou a área. A negociação, porém, não é clara. Parte de outro documento obtido pelo 247 fala em "contrato de parceria" envolvendo o presidente do clube, Joaquim Divino Rodrigues Naves, e também Ebraim Oliveira Arantes e Alex Marcório Santiago, filho de Walter Paulo, que por sua vez assina como testemunha junto com o prefeito de Nerópolis, Gil Tavares.

continua após o anúncio

Outro documento de posse do 247 mostra mais coisa: parte de um depoimento do empresário Walter Paulo à Polícia Civil em que ele nomeia Alexandre Arantes "como encarregado e responsável por todas as negociações" envolvendo o Jóquei Clube, e que o mesmo Alexandre tinha poder para fazer pagamentos combinados em nome da Sociedade de Educação e Cultura de Goiás.

O documento mostra de forma clara a relação de Walter Paulo com Alexandre, que assina recibo no valor de R$ 2.435.000,00, em 2008, fruto da transação ocorrida entre a Sociedade e o Jóquei Clube. O dinheiro tinha destino certo: Joaquim Divino Rodrigues Naves, Ebrain Arantes, Gil Tavares e Carlos Cachoeira.

continua após o anúncio

A CPI recebeu os mesmos documentos, ao que parece, e eles serão agora analisados e periciados. Eles passam a engrossar as suspeitas de ligações de Walter Paulo com Cachoeira e a verdadeira natureza da negociação da casa que era do governador.

Confira o recibo: 

continua após o anúncio

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247