Presidente do Flamengo não garante permanência de R10

Patrcia Amorim garante que sada de Ronaldinho Gacho ainda no foi cogitada pelo clube, mas ressalva que resultados podem pesar na deciso

Presidente do Flamengo não garante permanência de R10
Presidente do Flamengo não garante permanência de R10 (Foto: Alexandre Loureiro/VIPCOMM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, mudou o discurso sobre a permanência de Joel Santana e Ronaldinho Gaúcho no clube da Gávea. Em entrevista coletiva, concedida na manhã desta terça-feira, no Centro de Treinamento do Flamengo, Patrícia deixou claro que o jogador e o trenador só continuarão na equipe em caso de vitória na semifinal da Taça Guanabara, contra o Vasco da Gama, no próximo dia 22. “Se formos eliminados, ainda não sei o que vai acontecer. Vamos esperar o clássico de domingo para resolver. Futebol não é uma questão exata, tem essa dinâmica de mudanças", disse. "Dependemos deste resultado. Na Libertadores, ele não veio. Não podemos admitir uma nova eliminação também no Carioca. Não trabalhamos com essa hipótese, mas se a coisa não acontecer, vamos analisando o futuro”, completou.

A mandatária confirmou reunião ocorrida na última segunda-feira, na sede da Gávea, com a diretoria do clube para tratar do futuro do Flamengo, e não escondeu a decepção com o fracasso da Libertadores. "Não sei o que acontece com o Flamengo. Não aprendemos a jogar essa competição em 31 anos. É uma frustração para todos nós, diretores e torcedores. Sentamos ontem [segunda] e discutimos muito a forma de trabalhar e novas mudanças para que erros não aconteçam novamente", disse a presidente.

Não é de hoje que a situação de Ronaldinho Gaúcho é instável no Flamengo. No inicio do ano, o jogador ameaçou deixar a Gávea caso não recebesse os salários atrasados. Com o fim da parceria Flamengo-Traffic, a equipe carioca decidiu pagar sozinha os salários de R10 -- aproximadamente R$ 1,2 milhão por mês. Mas o clube rubro-negro parece não conseguir arcar com a alta despesa do jogador.

Segundo informações do site UOL, o diretores do Flamengo pediram ajuda a sua patrocinadora, a Olympikus, para bancar parte dos salários do camisa 10 e receberam um ‘não’ como resposta -- o que irritou os dirigentes e pode selar o fim do contrato da fabricante de materiais com o clube rubro-negro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email