Servidores do INSS entram em greve no RS

A categoria pede reajuste salarial de 26%, melhores condições de trabalho, incorporação das gratificações, realização de concurso público e atendimento à população, plano de carreira, reposição das perdas salariais e fim do que classificam como assédio moral

A categoria pede reajuste salarial de 26%, melhores condições de trabalho, incorporação das gratificações, realização de concurso público e atendimento à população, plano de carreira, reposição das perdas salariais e fim do que classificam como assédio moral
A categoria pede reajuste salarial de 26%, melhores condições de trabalho, incorporação das gratificações, realização de concurso público e atendimento à população, plano de carreira, reposição das perdas salariais e fim do que classificam como assédio moral (Foto: Leonardo Lucena)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Rio Grande do Sul 247 - Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) paralisam as atividades nesta terça-feira (7). A categoria pede reajuste salarial de 26%, melhores condições de trabalho, incorporação das gratificações, realização de concurso público e atendimento à população, plano de carreira, reposição das perdas salariais e fim do que classificam como assédio moral.

Somente em Porto Alegre e na Região Metropolitana, os servidores estimam que 90% dos funcionários devam aderir à greve, que ocorrerá por tempo indeterminado. A mobilização também acontece nas regionais de Canoas, Caixas do Sul, Ijuí, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Uruguaiana e Pelotas.

Entre os serviços que podem ser afetados, estão encaminhamento de aposentaria  e de auxílio-doença, emissão de certidão de tempo de contribuição e consulta de perícias médicas agendadas. A orientação para a população é ligar para a agência antes de se deslocar.

continua após o anúncio

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247