Filósofa do feminismo negro Sueli Carneiro é eleita Personalidade Literária do Ano pelo Prêmio Jabuti

Com o anúncio da homenagem, Carneiro se torna a primeira autora de não ficção eleita Personalidade Literária do Ano

www.brasil247.com -
(Foto: André Seiti/Acervo Itaú Cultural/Divulgação)


247 - A escritora, filosofa e ativista Sueli Carneiro, uma das principais teóricas do feminismo negro do Brasil, será a Personalidade Literária do Ano a ser homenageada na 64ª edição do Prêmio Jabuti. O anúncio foi feito pela Câmara Brasileira do Livro em coletiva de imprensa, nesta terça-feira, 29. 

Carneiro é doutora em Filosofia pela USP e fundadora do Geledés-Instituto da Mulher Negra. Ela se dedica à defesa dos direitos da população negra, em especial as mulheres, e à criação de políticas públicas voltadas para essa população.

Entre artigos e livros notáveis da filósofa, estão 'A construção do outro como não-ser como fundamento do ser' (2005), 'A cor do preconceito' (2006) e 'Escritos de uma vida' (2018).

Com o anúncio da homenagem, Carneiro se torna a primeira autora de não ficção eleita Personalidade Literária do Ano, distinção que já foi concedida a nomes como Conceição Evaristo e Adélia Prado. (Com informações do jornal O Globo). 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email