Estudo: derretimento de geleiras é responsável por 20% do aumento nos níveis do mar

O impacto sobre os níveis do mar é alarmante: 0.74 milímetros/ano, ou 21% do aumento geral observado entre 2000 e 2019

(Foto: Vladimir Baranov / Sputnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Estudo publicado nesta quarta-feira na revista científica Nature constata que as geleiras vem derretendo em ritmo mais acelerado nos últimos 20 anos. Entre 2000 e 2019, os pesquisadores observaram uma redução média de 267 gigatoneladas por ano, sendo que a partir de 2015 foi registrada perda média de 298 gigatoneladas. 

Através de imagens do satélite Terra, da NASA, Alasca, Islândia, Alpes, Montanhas Pamir e Himalaia foram detectados como os principais focos de derretimento. Não são consideradas Groenlândia e Antártica.

O impacto sobre os níveis do mar é alarmante: 0.74 milímetros/ano, ou 21% do aumento geral observado durante o período.

Milhões ao redor do planeta dependem do derretimento glacial sazonal para água potável e o processo pode levar à cheia de lagos em regiões do sul da Ásia, alertam os cientistas.

"É difícil separar o fato de que a temperatura é o que está causando o derretimento do fato de que os humanos são, em geral, causando o aumento da temperatura", diz Robert McNabb, da Ulster University, na Irlanda do Norte.

Com informações da Al Jazeera.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email