CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Meio Ambiente

Homem condenado pelo assassinato de Chico Mendes assume o PL em município do Pará

Darci Alves Pereira é o novo presidente do Partido Liberal do município de Medicilândia, com cerca de 32 mil habitantes

Darci (camiseta amarela, à esquerda) (Foto: Reprodução (Instagram))
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Condenado em 1990 a 19 anos de prisão pelo assassinato de Chico Mendes (1944-1988), Darci Alves Pereira é o novo presidente do Partido Liberal (PL) de Medicilândia, cidade com cerca de 32 mil habitantes no oeste do Pará. Pereira tomou posse no final de janeiro. A informação foi publicada nesta terça-feira (27) pelo Congresso em Foco.

O ativista morreu com um tiro no peito, em 22 de dezembro de 1988, no quintal de sua casa, em Xapuri (AC). Na época, ele tinha 44 anos. Em 1990, Darci Alves Pereira se entregou à polícia e confessou o crime. Seis anos depois, Darci mudou sua versão e negou ter cometido o assassinato.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No dia 15 de dezembro de 1990, Darci Alves Pereira e seu pai, Darly Alves da Silva, foram condenados a 19 anos de prisão. De acordo com a Justiça, eles foram o executor e o mandante do crime, respectivamente.

Presos inicialmente na penitenciária Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco (AC), pai e filho fugiram da cadeia em dezembro de 1993 e ficaram três anos foragidos. A Polícia Federal recapturou os dois em 1996. Três anos depois, Darly disse que estava com problemas de saúde e conseguiu o direito de cumprir sua pena em prisão domiciliar. Darci foi para o regime semiaberto, por bom comportamento.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO