Incêndios florestais no Chile deixam ao menos 19 mortos

O número pode continuar a aumentar, à medida que as equipes de resgate alcançam áreas mais afetadas, disse o Ministério do Interior chileno

Incêndio no Chile
Incêndio no Chile (Foto: Rodrigo Garrido / Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Reuters - Pelo menos 19 pessoas morreram em incêndios florestais na cidade costeira de Viña del Mar, e o número pode continuar a aumentar nas próximas horas, à medida que as equipes de resgate alcançam áreas mais afetadas, disse ministra do Interior do Chile, Carolina Tohá, neste sábado (3).

O responsável garantiu que entre as vítimas, todas do setor de Achupallas, estava uma jovem de 17 anos. Houve 92 incêndios ativos em todo o país, 29 deles em combate e 40 já controlados, deixando mais de 43 mil hectares afetados.

continua após o anúncio

“O relatório de vítimas mortais é muito provisório”, disse Tohá. “Temos relatos de outros locais onde há indicações de que pode haver mais pessoas mortas, mas não temos confirmação no terreno”, acrescentou.

Tohá, rodeado de outras autoridades, informou à imprensa que, entre sexta-feira e sábado, os hectares afetados pelos incêndios passaram de 30 mil para 43 mil. Impulsionados por uma onda de calor recorde, no ano passado os incêndios deixaram cerca de 27 mortos e afetaram mais de 400 mil hectares.

continua após o anúncio

“A área que está atualmente afetada pelos incêndios é muito menor do que no ano passado, mas nesta data o número de hectares afetados deve multiplicar-se muito rapidamente”, explicou.

Bombeiros acompanhados de caminhões e helicópteros lutavam para apagar as chamas em diversas áreas da região de Valparaíso, onde vivem quase 1 milhão de habitantes. Tohá disse que a maior preocupação das autoridades é que alguns dos incêndios ativos se desenvolvam muito perto de áreas urbanas “com um potencial muito elevado para afetar pessoas, casas e instalações”.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247