Sob Bolsonaro, militares da Funai prometeram atropelar Ibama e liberar garimpo em terras indígenas

Segundo o Intercept, o capitão Álvaro Carvalho Peres disse que o presidente da Funai no governo Bolsonaro queria 'o garimpo em terra indígena, que existe de forma irregular'

www.brasil247.com - Marcelo Xavier (ex-presidente da Funai no governo Jair Bolsonaro), garimpo em terra indígena e os índios
Marcelo Xavier (ex-presidente da Funai no governo Jair Bolsonaro), garimpo em terra indígena e os índios (Foto: ABR)


247 - Segundo o The Intercept apontou em outubro do ano passado, o capitão Álvaro Carvalho Peres disse que o presidente da Funai no governo Bolsonaro queria 'o garimpo em terra indígena, que existe de forma irregular'. As consequências foram desastrosas, levando, segundo integrantes do novo governo, à crise humanitária dos yanomamis e à sitaução de desnutrição que atinge a etnia indígena. 

Relembre:

Por João Peres, Marcos Hermanson Pomar, Tatiana Merlino, no Intercept Brasil - O coordenador regional da Funai de Barra do Garças, no Mato Grosso, afirmou em reunião fechada que o presidente do órgão, Marcelo Xavier, pretende legalizar o garimpo e a extração de madeira em terras indígenas. Em gravação obtida com exclusividade pelo O Joio e o Trigo em parceria com o Intercept, o capitão da reserva Álvaro Carvalho Peres diz que Xavier está estudando duas instruções normativas: “Uma que permite o indígena a fazer o manejo florestal, vender a madeira, cultivar a madeira. E a segunda é o garimpo em terra indígena, que já existe hoje de forma irregular”.

As declarações foram dadas em uma reunião realizada em 23 de agosto entre servidores de alto nível da Funai e indígenas ligados ao projeto Independência Indígena – que desenvolvem, junto a fazendeiros vizinhos, plantio de soja, milho e arroz dentro da Terra Indígena Sangradouro, no leste do Mato Grosso. “E é isso aí que o indígena quer. Indígena não quer mais a roça de toco, não, eles ficarem no sol com a enxada, não”, afirmou Peres, em outro momento. “Ele quer é o maquinário, ele quer a colheitadeira, ele quer a plantadeira, ele quer o trator”.

Leia a íntegra no Intercept. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247