Chico Alencar: cancelamento de jornal do SBT para não contrariar Bolsonaro é “censura descarada”

Ele lembrou que “a emissora pode ser privada, mas a concessão é pública” e, portanto, “isso é muito grave”

Chico Alencar
Chico Alencar (Foto: GUSTAVO LIMA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O cancelamento de jornal do SBT para não contrariar Jair Bolsonaro, neste sábado, 23, é “censura descarada, sem pudor”, segundo o ex-deputado federal pelo PSOL-RJ Chico Alencar. O historiador lembra que isso ocorreu “pela primeira vez na História”. Ele lembrou que “a emissora pode ser privada, mas a concessão é pública” e, portanto, “isso é muito grave”. Confira.

O programa foi cancelado após Silvio Santos receber uma ligação de seu genro, Fábio Faria (PSD), que é casado com Patrícia Abravanel. Na ligação, Faria disse ao dono do SBT que teria recebido um telefonema do Secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, reclamando da abordagem sobre o vídeo da reunião ministerial em reportagem edição do telejornal no dia anterior.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247