Isolado, Bolsonaro leva seu maior panelaço durante novo pronunciamento (vídeo)

No dia em que o medo ficou escancarado em sua face, recuando das declarações criminosas que vinha fazendo em outros pronunciamentos, Jair Bolsonaro recebeu o maior panelaço desses últimos 15 dias ininterruptos de protestos

www.brasil247.com -
(Foto: Coletivo Projetação)


247 - O pronunciamento de Jair Bolsonaro foi atípico. Ele abandonou o tom agressivo e desesperado para incorporar o presidente responsável pela primeira vez em todo o seu mandato. Curiosamente, este pronunciamento foi recebido pela população com o mais estridente panelaço dos últimos 15 dias.

Panelas foram ouvidas em todo o país, desde a região sul, passando por São Paulo e Rio de Janeiro e ainda ecoando nos Estados do Nordeste. 

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "pelo 15º dia seguido, o presidente Jair Bolsonaro foi alvo de panelaços em capitais pelo país, desta vez durante seu pronunciamento em rede nacional de TV, na noite desta terça-feira (31). Os protestos em janelas de apartamentos aconteceram em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre. Panelaços já eram registrados no centro de São Paulo desde antes do pronunciamento."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A matéria ainda acrescenta que "quando a fala do presidente começou, houve protestos nos bairros de Aclimação, Bela Vista, Consolação, na região central, São Judas, na zona sul, Santana, na zona norte, Tatuapé, na zona leste, e Perdizes e Jardins, na zona oeste.​ Em Pinheiros, também na zona oeste da capital, houve sirenes, além dos gritos e do som de panelas. No Rio de Janeiro, houve panelaço no Leblon e em Ipanema, na zona sul. Nas Laranjeiras, também houve gritos esparsos de apoio a Bolsonaro."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

   

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email