DCM: JB faz o deleite do analfabeto político

"E quando você pensa que se livrou de Joaquim Barbosa eis que ele reaparece a seu velho estilo – um deleite para os conservadores e analfabetos políticos brasileiros", diz o jornalista Paulo Nogueira, sobre o pedido de demissão do ministro José Eduardo Cardozo; "Em sua maneira tosca de se expressar, ele falou em nome dos 'brasileiros honestos'. Ora, fale em nome de si próprio. Sou brasileiro, sou honesto e discordo inteiramente de Joaquim Barbosa"

"E quando você pensa que se livrou de Joaquim Barbosa eis que ele reaparece a seu velho estilo – um deleite para os conservadores e analfabetos políticos brasileiros", diz o jornalista Paulo Nogueira, sobre o pedido de demissão do ministro José Eduardo Cardozo; "Em sua maneira tosca de se expressar, ele falou em nome dos 'brasileiros honestos'. Ora, fale em nome de si próprio. Sou brasileiro, sou honesto e discordo inteiramente de Joaquim Barbosa"
"E quando você pensa que se livrou de Joaquim Barbosa eis que ele reaparece a seu velho estilo – um deleite para os conservadores e analfabetos políticos brasileiros", diz o jornalista Paulo Nogueira, sobre o pedido de demissão do ministro José Eduardo Cardozo; "Em sua maneira tosca de se expressar, ele falou em nome dos 'brasileiros honestos'. Ora, fale em nome de si próprio. Sou brasileiro, sou honesto e discordo inteiramente de Joaquim Barbosa" (Foto: Leonardo Attuch)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Por Paulo Nogueira, do Diário do Centro do Mundo

E quando você pensa que se livrou de Joaquim Barbosa eis que ele reaparece a seu velho estilo – um deleite para os conservadores e analfabetos políticos brasileiros.

Agora ele se julgou no “direito e no dever” de exigir a demissão do ministro Cardozo, da Justiça.

continua após o anúncio

Fez isso no Twitter, e recebeu aplausos dos revoltados e mentecaptos online.

Joaquim Barbosa foi mais Joaquim Barbosa que nunca em seu rito sumário contra Cardozo.

continua após o anúncio

(...) Em sua maneira tosca de se expressar, ele falou em nome dos “brasileiros honestos”. Ora, fale em nome de si próprio. Sou brasileiro, sou honesto e discordo inteiramente de Joaquim Barbosa.

(...) Provavelmente teremos que aturar Joaquim Barbosa por um bom tempo ainda.

continua após o anúncio

Ele, Joaquim Barbosa, que a Veja num momento de burrice insana definiu como o homem que mudou o Brasil – sem haver conseguido mudar sequer a corte que comandou tão desastrosamente.

Leia a íntegra no DCM.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247