Folha condena ação da AGU contra Wallace, que fez enquete sobre a morte de Lula

Jornal diz que o jogador que incitou o assassinato do presidente Lula "é um profissional do setor privado"

Wallace e Lula
Wallace e Lula (Foto: Reprodução/Instagram | Ricardo Stuckert/PR)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O jornal Folha de S. Paulo criticou a Advocacia-Geral da União por defender o banimento do jogador de vôlei Wallace, que incitou o assassinato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Nas petições, a AGU requer às entidades punições severas ao atleta, incluindo o seu banimento do esporte. A advocacia pública também pede para atuar como parte num dos procedimentos. Se Wallace fosse um servidor público lotado em órgão federal, haveria pouco estranhamento na atuação de advogados do Estado num processo administrativo com vista a sua expulsão da carreira. Mas a situação é bem outra. O jogador é um profissional do setor privado, assim como privados são o comitê e a confederação nas quais a advocacia pública da União pretende se meter", aponta a Folha, em editorial.

"O Executivo federal deveria se abster de usar o seu enorme poderio de pressão e influência em questões que competem a organizações da sociedade. Colocar tamanha carga para impedir que um indivíduo continue a exercer sua profissão desequilibra profundamente o processo, que deveria supor paridade de forças", acrescenta o editorialista.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247