CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

Mídia estrangeira repercute tentativa de ataque a bomba em Brasília e aponta responsabilidade de Bolsonaro: "Brasil sob tensão"

Imprensa internacional destaca dias de tensão diante de bolsonaristas radicais que planejam impedir a posse do presidente diplomado, Luiz Inácio Lula da Silva

(Foto: Reprodução/Clarín)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A imprensa internacional repercutiu a tentativa de atentado terrorista feita pelo bolsonarista George Washington De Oliveira Sousa, 54, que tentou explodir uma bomba na área do Aeroporto Internacional de Brasília, no sábado (24), para impedir a posse do presidente diplomado, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no dia 1 de janeiro.

O jornal argentino Clarín destaca que o "Brasil está sob tensão por ameaça terrorista" e ressalta que integrantes do futuro governo avaliam a possibilidade de que Lula evite desfilar em carro aberto.  

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a coluna do jornalista Nelson de Sá, da Folha de S. Paulo, sites asiáticos, como o India Today e South China Morning Post, também destacam que o “chamado às armas por Jair Bolsonaro inspirou o plano de bomba no Brasil". 

A agência chinesa Xinhua, e a americana CNN, ressaltaram em suas chamadas que "Polícia frustra ataque a bomba em aeroporto" e "Polícia prende homem suspeito de plantar explosivo na capital antes da posse presidencial", respectivamente.  

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Já o jornal russo Izvestia observa que as forças de segurança “encontraram cerca de 40 quilos de explosivos em uma área de mata perto de Brasília”, após desarticular o atentado terrorista. O mexicano Reforma, destaca que "Brasil eleva segurança para posse de Lula", mesma chamada utilizada pela Bloomberg.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO