'PL das Fake News é um grande tiro no pé para mídia independente', diz o jornalista João Antônio Marques

O projeto, se aprovado, "vai transferir o dinheiro da publicidade digital para mídia tradicional", reforçou o jornalista, que também critica a Globo em entrevista à TV 247

Parte interna da Câmara e o jornalista João Antônio Marques
Parte interna da Câmara e o jornalista João Antônio Marques (Foto: ABR | Reprodução)


247 - O jornalista João Antônio Marques, do Portal Click Política, alertou em entrevista à TV 247 para o risco que o Projeto de Lei (PL 2630) representa ao jornalismo independente. Um dos pontos em discussão é o financiamento de produção de conteúdo. A proposta favorece empresas com mais dinheiro e poder de barganha. Em consequência pode transferir para os oligopólios a verba da publicidade digital, quebrando uma série de empresas.

É um tiro no pé, grande", afirmou. "Todos nós queremos combater as fake news. O que existe por trás desse PL 2630 é um artigo que vai transferir o dinheiro da publicidade digital para mídia tradicional. Essa mídia que disse que o Moro era herói, a mídia que elegeu o Bolsonaro porque o Bolsonaro foi parido pela Lava Jato. Eu não compreendia a pressa. Eu não compreendia Orlando Silva aparecer todo dia no Jornal Nacional. Aí a gente foi estudar coisa e viu o Artigo 32 lá. Resumo da ópera: transferir o dinheiro da publicidade digital para a velha mídia, sufocando os portais como Brasil 247", disse.

De acordo com o jornalista, empresas com maior poder aquisitivo usam o argumento de combater fake news, mas defendem um projeto que pode quebrar empresas de menor porte e defensoras do campo progressista. "Tudo era cortina de fumaça", destacou Marques ao criticar a defesa da imprensa tradicional, favorável ao projeto. "Por que dar dinheiro a quem já tem bilhões como a Globo? 

Parlamentares da Câmara dos Deputados aprovaram em 25 de abril a urgência da votação do projeto, que tem o deputado federal Orlando Silva como relator. Mas não houve consenso para a votação. O parlamentar afirmou nesta terça-feira (23) que o projeto deve ser votado até o final de junho. 

Vini Jr

O jornalista comentou sobre os ataques racistas contra o jogador do Real Madrid Vini Jr. "Esse ódio foi impregnado por esse setor, extremista, que ganhou repercussão com Donald Trump (ex-presidente dos Estados Unidos). Jair Bolsonaro contribuiu muito para o discurso de ódio", disse.

Três torcedores espanhóis presos em Valencia foram liberados com a obrigação de comparecer em tribunal. 

O jogador afirmou que o episódio foi "desumano".

Confira a entrevista de João Antônio Marques na íntegra: 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247

Cortes 247