CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

Reportagem revela como Deltan Dallagnol enriqueceu com a Lava Jato e se acostumou até a viajar só de jatinho

Matéria especial de março da Revista Piauí teve como alvo o ex-procurador lavajatista

Deltan Dallagnol em entrevista coletiva após ser cassado pelo TSE (Foto: Bruno Spada/Agência Câmara)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Uma recente reportagem da Revista Piauí, publicada nesta sexta-feira (1), expõe detalhes controversos sobre a conduta do ex-procurador e deputado federal cassado Deltan Dallagnol (Novo-PR) durante sua atuação na Operação Lava Jato. Intitulada "O Messiânico", a matéria revela uma série de práticas questionáveis envolvendo Dallagnol, que se apresentava como um paladino da moralidade e combate à corrupção.

De acordo com a investigação da revista, Deltan Dallagnol lucrou consideravelmente com palestras, tornando-se uma figura conhecida por suas apresentações remuneradas. Além disso, ele teria adquirido o hábito de viajar exclusivamente de jatinho, demonstrando um padrão de vida condizente com uma elite financeira.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Entre os episódios expostos na reportagem, destaca-se o caso em que Dallagnol solicitou favores a delegados da Polícia Federal para agilizar a obtenção de um passaporte para sua filha, contornando as regras comuns. Esse incidente, revelado a partir de mensagens interceptadas, levanta questionamentos sobre possíveis abusos de poder por parte do ex-procurador.

Além disso, a investigação revela que Dallagnol estaria envolvido em transações imobiliárias  de compra e revenda de imóveis do programa Minha Casa Minha Vida, levantando suspeitas sobre suas atividades financeiras.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A matéria da Revista Piauí, baseada em mensagens obtidas pela Operação Spoofing, lança luz sobre a conduta de Deltan Dallagnol e levanta questionamentos sobre sua integridade e ética durante sua atuação na Lava Jato. O ex-procurador, por sua vez, respondeu às acusações negando qualquer irregularidade e argumentando que suas ações estavam dentro dos limites legais.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO