Alemanha nacionaliza grupo empresarial de gás Uniper para tentar garantir abastecimento

"O Estado fará todo o possível para sempre manter as empresas estáveis ​​no mercado", disse o ministro da Economia alemão

www.brasil247.com - Uniper, empresa de gás nacionalizada pela Alemanha
Uniper, empresa de gás nacionalizada pela Alemanha (Foto: REUTERS/Wolfgang Rattay)


"O Estado fará todo o possível para sempre manter as empresas estáveis ​​no mercado", disse o ministro da Economia alemão

Reuters - A Alemanha confirmou a nacionalização da empresa importadora de gás Uniper a um custo de 8 bilhões de euros (7,9 bilhões de dólares) nesta quarta-feira (21), enquanto luta para garantir o abastecimento de energia  depois que a Rússia cortou o fornecimento.

Nacionalizar o maior importador de gás russo da Alemanha é o segundo movimento em uma semana do governo em Berlim para assumir o controle de uma empresa de energia que enfrenta uma crise de inverno.

A Uniper, cujas ações estavam cerca de 18,97% mais baixas, a 3,38 euros às 07h10 GMT, queimou seu dinheiro comprando suprimentos alternativos depois que Moscou cortou o fluxo de gás para a Alemanha, desencadeando um pacote de resgate estatal de 15 bilhões de euros em julho.

Mas logo ficou claro que o resgate não foi suficiente para cobrir as perdas crescentes da Uniper e a Alemanha agora injetará outros 8 bilhões de euros, em parte comprando a participação da empresa finlandesa Fortum por 1,70 euros por ação.

As ações da Fortum subiram cerca de 12% a 13,50 euros.

Depois de concluir um aumento de capital e a compra de ações da Fortum, que exclui os direitos de subscrição da empresa finlandesa, a Alemanha deterá 99% da Uniper, disse o Ministério da Economia. 

"O Estado - é o que estamos mostrando agora - fará todo o possível para sempre manter as empresas estáveis ​​no mercado", disse o ministro da Economia alemão, Robert Habeck, a repórteres.

A Alemanha assumiu o controle de uma refinaria de petróleo de propriedade russa que fornece 90% do combustível da capital na sexta-feira, colocando uma unidade da Rosneft sob a tutela do regulador do setor e assumindo a fábrica de Schwedt. 

Sob o acordo com a Fortum sobre a Uniper, a empresa finlandesa receberá um empréstimo de 4 bilhões de euros da controladora e será liberada de sua garantia de 4 bilhões de euros que havia dado à Uniper no início deste ano, disse a Fortum.

"Estamos investindo na Uniper com 8 bilhões em ações e estamos efetivamente comprando a Fortum. Deixe-me dizer mais uma vez: a Fortum está perdendo todo o seu investimento em ações como resultado", disse Habeck.

O governo da Finlândia, que tem uma participação de 50,76% na Fortum, disse que terá que conviver com o acordo. 

A Fortum disse em março de 2020 que havia feito investimentos no valor de 6,5 bilhões de euros para obter uma participação de 69,6% na Uniper. Mais tarde, aumentou sua participação para 80%, que manteve até a diluição de julho.

Durante anos, a Fortum contribuiu significativamente para o orçamento do Estado finlandês por meio de dividendos, e as perdas crescentes que acumulou por meio de sua subsidiária alemã colocaram o governo sob forte pressão pública.

Somente no segundo trimestre, a Fortum teve prejuízo de 9,1 bilhões de euros devido às perdas da Uniper no comércio de gás.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email