CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Antes de sair, Pompeo manda parabéns a Bolsonaro por afastar Brasil dos Brics

Poucas horas antes de deixar seu cargo, o secretário de Estado de Trump agradece Bolsonaro por haver afastado o Brasil dos Brics e ataca China e Rússia -de quem o Brasil depende crucialmente para insumos e vacinas contra a Covid-19

Mike Pompeo e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O secretário de Estado dos Estados Unidos, trumpista até a raiz dos cabelos, Mike Pompeo, usou o tweet para mais um gesto de guerra na véspera de deixar seu cargo: agradeceu Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, por afastarem seus países dos Brics.

Pompeo fez um post provocativo, que evidencia os graves problemas que o alinhamento de Bolsonaro ao trumpismo causaram ao Brasil:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Lembra do BRICS? Bem, graças a @jairbolsonaro  e @Narendra modi o B e o I entendem que o C e o R são ameaças ao seu povo”.

No texto, Pompeo trata os Brics como se o grupo dos países que polarizam com a hegemonia dos Estados Unidos tivesse sido extinto, o que não é verdade.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A seguir, afirma que Bolsonaro (B de Brasil no texto) e Modi (I de Índia) teriam “entendido” que a China (C) e Rússia (R) seriam “ameaças ao seu povo”. No entanto, o Brasil hoje depende dos insumos e vacinas de China e Rússia para o combate à Covid-19.

De saída do cargo, Pompeo elogia Bolsonaro por haver destruído a economia brasileira e ter lançado o país na situação mais dramática do planeta em relação à pandemia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Pompeo assumiu o Departamento de Estado, em maio de 2018, depois de ter sido diretor da CIA no início do governo Trump. Foi o responsável pela política externa mais agressiva e isolacionista dos EUA desde a Segunda Guerra Mundial.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO