CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Calote da dívida dos EUA afetaria a prontidão militar e o moral, alerta alto general

O Tesouro dos EUA alertou que pode ficar sem fundos para cobrir todas as suas despesas já em 1º de junho

Mark Milley, presidente do Joint Chefes de Estado-Maior do Exército dos EUA (Foto: REUTERS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

WASHINGTON, (Reuters) - Um calote da dívida causaria danos significativos e inequívocos à segurança nacional dos Estados Unidos, impactando negativamente a prontidão militar, o moral e suas capacidades, disse o principal general dos EUA em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

"Acho que não há dúvida de que haveria um impacto negativo muito significativo sobre a prontidão, o moral e as capacidades das forças armadas dos Estados Unidos se inadimplíssemos e não atingíssemos um teto de dívida", disse Mark Milley, presidente do Joint Chefes de Estado-Maior.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Acho que seria muito, muito significativo, sem dúvida, nas implicações absolutamente claras e inequívocas sobre a segurança nacional."

O presidente Joe Biden e o presidente republicano da Câmara dos Representantes, Kevin McCarthy, estavam se aproximando na quinta-feira de um acordo para aumentar o teto da dívida de US$ 31,4 trilhões do país, de acordo com uma pessoa familiarizada com as negociações.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mas alguns republicanos linha-dura da Câmara se opuseram a qualquer acordo de compromisso e insistem que qualquer acordo deve incluir cortes drásticos de gastos.

O Tesouro dos EUA alertou que pode ficar sem fundos para cobrir todas as suas despesas já em 1º de junho, desencadeando um calote economicamente catastrófico, a menos que o Congresso chegue a um acordo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Economistas dizem que um calote seria economicamente devastador, abalando os mercados financeiros em todo o mundo, elevando os custos dos empréstimos e provocando uma profunda recessão nos EUA com aumento do desemprego.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO