Dezenas de deputados do Parlamento Europeu criticam violência do governo Bolsonaro contra indígenas

A manifestação foi feita por meio de carta aberta a Jair Bolsonaro

Julgamento do marco temporal no STF.
Julgamento do marco temporal no STF. (Foto: Kamikia Kisedje/Mídia NINJA)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Um grupo de 50 membros do Parlamento Europeu enviou carta a Jair Bolsonaro para expressar preocupação com o aumento da violência contra a população indígena e a agenda política do governo para o meio ambiente.

No documento, os parlamentares criticam o PL 490, que muda as regras e dificulta a demarcação de terras indígenas, e o PL 2633, sobre regularização fundiária, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo. 

continua após o anúncio

“Expressamos nossa solidariedade e apoio à APIB [Articulação dos Povos Indígenas do Brasil]. Fazemos um apelo para que o governo brasileiro pare com sua política anti-indígena e anti-meio ambiente que causa a destruição da floresta amazônica”, diz o documento.

Assinam a carta representantes dos grupos políticos EPP (democrata cristão), Greens/EFA (Os Verdes/Aliança Livre Europeia), S&D (Aliança Progressista de Socialistas e Democratas​) e The Left (esquerda), além de parlamentares independentes. O Parlamento Europeu conta com 705 deputados. 

continua após o anúncio

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:


continua após o anúncio


continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247