Embaixador russo na ONU diz que Ocidente procura encobrir sua ilegalidade propondo tribunal na Ucrânia

A proposta de criar um tribunal sobre a Ucrânia sob os auspícios da ONU visa legitimar os movimentos ilegais contra a Rússia, disse Vasily Nebenzya

Representante permanente da Rússia nas Nações Unidas, Vasily Nebenzya
Representante permanente da Rússia nas Nações Unidas, Vasily Nebenzya (Foto: Brendan McDermid / Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

TASS - O enviado da Rússia na ONU, Vasily Nebenzya, disse na quarta-feira (30) que a proposta da Comissão Europeia de criar um tribunal sobre a Ucrânia sob os auspícios da ONU visa legitimar os movimentos ilegais em direção à Rússia.

"Há tantas propostas diferentes que é difícil acompanhar todas elas. É um exemplo do que é chamado de ordem internacional baseada em regras", disse ele a repórteres. "Eles elaboram essas regras, depois as proclamam universais e também buscam a cobertura da autoridade da ONU." 

continua após o anúncio

"Isso é tudo uma tentativa de encobrir sua ilegalidade por meios impróprios", disse o enviado. "Eles querem obter uma decisão que aprovaram na Assembleia Geral da ONU (a resolução iniciada pelo Ocidente sobre reparações a Kiev - TASS) e depois deixar a ONU em paz e lidar com isso por conta própria, sem perguntar a ninguém e não relatar a ninguém ". 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247