Filho de Trump lamenta que ditadores, como o da Arábia Saudita, tenham conta no Twitter

“Aiatolá e vários outros regimes ditatoriais podem ter contas no Twitter sem problema”, apontou o filho de Donald Trump, Donald Trump Junior, ao criticar o Twitter, que baniu o presidente dos EUA da rede social

Donald Trump, na Casa Branca
Donald Trump, na Casa Branca (Foto: REUTERS/Carlos Barria)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O filho de Donald Trump, Donald Trump Junior, criticou neste sábado (9) o Twitter, que baniu o presidente dos EUA da rede social após acusações de incitar seus apoiadores a invadirem o Capitólio na quarta-feira. 

“O aiatolá e vários outros regimes ditatoriais podem ter contas no Twitter sem problemas, apesar da ameaça de genocídio a países inteiros e da morte de homossexuais, etc ... mas o presidente dos Estados Unidos deve ser permanentemente suspenso. Mao ficaria orgulhoso”.

Saiba mais

O Twitter suspendeu definitivamente a conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Republicano), nesta sexta-feira, 8. Segundo a plataforma, Trump realizou postagens que incentivaram novamente manifestações como a do dia 6 de janeiro, quando seus apoiadores invadiram o Capitólio - sede do Legislativo norte-americano.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247