CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Hunter Biden concorda em se declarar culpado de duas acusações sobre imposto de renda

A investigação de Weiss inicialmente examinou possíveis violações de leis tributárias e de lavagem de dinheiro em transações comerciais estrangeiras, principalmente na China

Imagem Thumbnail
Hunter Biden, filho do presidente dos EUA, Joe Biden (Foto: Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

WASHINGTON, (Reuters) - O filho do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, Hunter Biden, concordou em se declarar culpado de duas acusações de não pagar imposto de renda intencionalmente em um acordo com o Departamento de Justiça, de acordo com documentos judiciais nesta terça-feira.

As acusações federais contra Hunter Biden surgiram de uma investigação de David Weiss, o procurador dos EUA no estado natal do presidente democrata, Delaware, nomeado pelo ex-presidente republicano Donald Trump.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

De acordo com o acordo, Biden também entrou no acordo de desvio pré-julgamento em um delito de arma de fogo.

Hunter Biden, 53, há anos é o foco de ataques implacáveis ​​de Trump e seus aliados republicanos, que o acusam de irregularidades relacionadas à Ucrânia e à China, entre outros assuntos. Hunter Biden trabalhou como lobista, advogado, banqueiro de investimentos e artista, e detalhou publicamente suas lutas contra o abuso de substâncias.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Hunter Biden divulgou em dezembro de 2020 que o escritório de Weiss estava investigando seus assuntos fiscais. Ele negou irregularidades.

Hunter Biden descreveu em um livro de memórias de 2021 que lida com problemas de abuso de substâncias em sua vida, incluindo uso de crack e alcoolismo. Ele foi dispensado da reserva da Marinha dos EUA em 2014 após testar positivo para cocaína, disseram fontes na época.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A investigação de Weiss inicialmente examinou possíveis violações de leis tributárias e de lavagem de dinheiro em transações comerciais estrangeiras, principalmente na China, disseram fontes à Reuters. A investigação liderada por Weiss começou em 2018, segundo relatos da mídia americana.

 Um congressista republicano sênior, James Comer, em 2022 acusou o Departamento do Tesouro dos EUA de reter "relatórios de atividades suspeitas" financeiras para proteger os negócios de Hunter Biden.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 O presidente tem dois filhos sobreviventes, Hunter Biden e a filha Ashley Biden. Seu filho Beau Biden morreu em 2015 de câncer e sua filha Naomi Biden morreu ainda criança após um acidente de carro que também matou a primeira esposa de Joe Biden.

 Hunter Biden parece ser o primeiro filho de um presidente em exercício a ser indiciado, de acordo com Aaron Crawford, especialista em história presidencial na Universidade do Tennessee.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 Crawford disse que a família de vários presidentes foi envolvida em escândalos, incluindo o filho de George HW Bush, Neil, que dirigiu uma poupança e empréstimo fracassados, e o irmão de Richard Nixon, Don, que foi resgatado de falências pelo rico empresário Howard Hughes.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO