CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Lula diz que não deve viajar para Ucrânia ou Rússia, mas reafirma desejo de contribuir com a paz

Viagem só seria feita se houver algum avanço nas discussões sobre um acordo de paz

Preisdente Lula, e os presidentes Joe Biden (EUA), Vladimir Putin (Rússia) e Volodymyr Zelensky (Ucrânia) (Foto: Reprodução | Reuters)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Reuters - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira (14), que não pretende viajar para Ucrânia ou Rússia devido à guerra, mas seguirá no seu trabalho pela paz entre os dois países.

O comentário de Lula foi feito durante reunião geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em Brasília.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No início do mês, Lula e o presidente da Ucrânia, Volodymir Zelensky, conversaram por vídeo e o ucraniano convidou o presidente brasileiro a visitar Kiev, capital do país.

Uma fonte que acompanhou a conversa disse à Reuters que a resposta de Lula foi que uma viagem poderia ser acertada em algum momento, à luz de algum avanço nas discussões sobre um acordo de paz.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO